Ministério do Ambiente
Ambiente

MINAB reforça apoio ao Projecto Kitabanga


O Ministério do Ambiente no âmbito do seu programa de trabalho para o ano de 2020, prevê o reforço do apoio ao Projecto Kitabanga - Conservação de Tartarugas Marinhas em Angola, no sentido de se aumentar mais postos de monitorização e protecção.


 


O Ministério é parceiro do Kitabanga e conta com a informação produzida por este, com o devido rigor técnico e cientifico, para  tomada de medidas de conservação em Angola.


 


O Projecto Kitabanga pertence ao Departamento de Biologia da Faculdade de Ciências da Universidade Agostinho Neto, conta actualmente com uma área de actuação directa de 57,5 km de costa, distribuída pelas províncias do Zaire, Luanda, Kuanza Sul, Benguela,  Namibe e com áreas de actuação indirecta um pouco por toda a costa. 


 


A sua expansão, para 2020/21, inclui mais 30 km de praias a monitorar com efectividade, nas províncias do Zaire, Bengo, Luanda, Benguela e Namibe.


 


Angola detém 5 espécies de tartarugas marinhas, com realce para a tartaruga de couro (Dermochelys coriacea), também conhecida como Kitabanga, estando a sua população reduzida ao longo da costa e por isso a sua protecção é total. 


 


Estas tartarugas são os maiores répteis marinhos actualmente existentes no mundo, podendo atingir os 2 metros de envergadura e 900 kg.