Ministério do Ambiente
Ambiente

Técnicos de frio aprimoram conhecimentos em jornadas técnicas

Os fomandos estão a ser capacitados no sentido de sensibilizarem os usuários a adquirirem fluidos refrigerantes que estão estipulados pela norma ANSI/ASHRAE 72.

No quadro desta acção, cuja jornada termina no dia 16 de Setembro, o Ministério do Ambiente está a constituir Grupos de Trabalho de Apoio a Unidade Nacional de Ozono, a nível das províncias, para darem seguimento com acções formativas e controlo da movimentação de fluidos refrigeração nas respectivas regiões.

Os países em desenvolvimento, incluindo Angola, beneficiam do apoio do Fundo Multilateral do Protocolo de Montreal, no sentido de implementarem projectos ligados à sensibilização pública, formação de técnicos de frio em boas práticas de refrigeração e ar condicionado.

Formação em identificação de fluidos refrigerantes, assim como, montagem de Laboratórios em Boas de Refrigeração e Ar Condicionado e de Identificação de Fluidos Refrigerantes, são entre outros benefícios que Angola tem tido ao aderir a este Protocolo.

De lembrar que, os aparelhos de identificação de fluidos refrigerantes, fazem a leitura do fluido refrigerante existente na botija o que vai ajudar ao utilizador a comparar o fluído refrigerante que está mencionado no rótulo e o que está no interior da botija.

O Protocolo de Montreal dispõem de cinco emendas nomeadamente: a de Londres, Copenhaga, Montreal, Beijing e de Kigali, diplomas que estabelecem o cronograma de eliminação progressiva das Substâncias Destruidoras da Camada de Ozono, utilizadas nos sectores de refrigeração e ar condicionado, extinção de incêndio, agricultura, espuma, solventes e aerossóis.

Angola que é parte Signatária do Protocolo de Montreal desde o dia 17 de Maio de 2000.